A outra Europa

Ouvir Helmut Schmidt na abertura do congresso dos socialistas alemães faz-nos lembrar pelo menos quatro coisas:

  1. Que a política da Alemanha não se resume a Merkel e ao seu projecto de destruição de uma Europa outrora unida.
  2. Que apenas haverá uma resposta alternativa à crise com a mobilização dos socialistas. Perdemos o continente por culpa própria, internalizando culpas alheias. O SPD oferece a esperança de uma viragem.
  3. Que os apoiantes e dirigentes da direita europeia, de Passos Coelho a Merkozy, deviam corar de vergonha pelos resultados destruidores das suas políticas.
  4. Que estaremos cá para os derrotar, lembrando as suas responsabilidades históricas.

U7NFQKA5ZGNB

This entry was posted by Tiago Barbosa Ribeiro. Bookmark the permalink.