Miguel Relvas e o elogio da ignorância

Miguel Relvas e o elogio da ignorânciaMiguel Relvas fez a apologia da «juventude bem preparada que emigra». Na linha de outros membros deste Governo, Relvas procura afirmar uma imagem de obstinação e vã firmeza, contrariando as quase unânimes críticas públicas às anteriores declarações.

Ao fazê-lo desta forma, Relvas conjuga a triste desistência do Governo em relação aos jovens do país com uma realidade ainda mais grave: perdemos o investimento que o país fez na qualificação dos jovens e perdemos o retorno dessa qualificação no mercado de trabalho português.

Miguel Relvas não faz o elogio dos milhares de jovens que estão a ser obrigados a partir: faz o elogio de um profundo retrocesso. A sua apologia revela por isso uma profunda ignorância, uma profunda incompetência ou uma profunda tristeza: ambas.

:: A ler :: Ei-los que partem.

This entry was posted by Tiago Barbosa Ribeiro. Bookmark the permalink.