A única rigidez é ideológica

Um relatório da Organização Internacional do Trabalho confirma que a realidade é bastante distinta dos discursos do nosso Governo: a precariedade laboral aumentou fortemente e Portugal é já  terceiro da Europa em trabalho temporário.

A crise gerada por quem combate a regulação laboral motivou mais desregulação laboral. Graças a isso, defende-se precisamente mais desregulação laboral. O ciclo está fechado para uma distribuição assimétrica da crise e da acumulação do capital.

No mundo do trabalho como noutras áreas, a direita joga na ignorância para cumprir o seu programa. É por isso que a esquerda tem de ter um discurso simples e eficaz para combater a direita no plano das ideias e no plano das políticas alternativas. A rigidez laboral do nosso país é uma ficção. A única rigidez é ideológica.

This entry was posted by Tiago Barbosa Ribeiro. Bookmark the permalink.