1789

Ainda a tempo de celebrar a Tomada da Bastilha. Foi há uns breves 225 anos que os revolucionários franceses tomaram em mãos o seu destino e mudaram para sempre a história do Ocidente. Imaginem-nos de tochas e forquilhas no ar nas ruas desta madrugada, a extinguir as velhas ordens conservadoras e a erguer a bandeira da República que foi de Paris aos campos semi-medievais e da lá aos nobres e nobretes de todo o continente que já tremiam com a Revolução Americana no Novo Mundo. Mas 1789 foi diferente, foi no epicentro de uma ideia de civilização. Aos revolucionários franceses e aos pedreiros-livres devemos o triunfo das Luzes, ou seja, quase tudo. Viva o 14 de Julho!