Merkel não estudou a matéria

Merkel disse que Portugal tem licenciados a mais.

Uma estupidez épica que tem apenas uma justificação: cumprir o sonho de um país-quintal, de camareiras para os turistas e de exportação de mão-de-obra barata para a Alemanha e outros países. É o tipo-ideal da direita do Norte que encontra diligentes parteiros na direita do Sul.

Acontece que nem uns nem outros sabem o que dizem. Ou talvez sim.